Sobre a morte


Sonho CXXXIII


As filhas de Aethra Kaya estavam em partilhas, mas Aethra Kaya não tinha morrido.
 
Uma das netas de Aethra Kaya ocupara uma das casas, mas Aethra Kaya não tinha morrido.
 
Os móveis, as pratas, os espelhos de Aethra Kaya, os quadros, os tapetes e todas as demais coisas mais ou menos inúteis com que por vezes nos rodeamos na esperança de que os outros nos atribuam um alto valor, valor esse que a nós mesmos porventura aconteceu esquecer que é absoluto e sagrado, todas essas coisas tinham agora em cima as meras etiquetas com o preço em euros que o avaliador lhes tinha atribuído, mas Aethra Kaya não tinha morrido.
 
As pessoas não podem morrer assim.